O estranho mundo do UFC | Judão

Desde os tempos mais primórdios, quando ainda era chamado de VALE TUDO e dava origem a algumas lendas urbanas escabrosas que mais pareciam descrições de cenas de Faces da Morte, aos grandes momentos profissionais, esportivos e do mais absoluto entretenimento, o hoje chamado MMA também é cultura pop e o UFC é o principal exemplo.

Recebemos no Estúdio Sócrates Brasileiro da Central 3, depois de um feriadão e no meio de uma fight week, a jornalista Fernanda Prates, atual repórter do site MMA Junkie — que há oito anos passa seus sábados sozinha assistindo à lutinhas na TV, já que ninguém precisa de vida social, mesmo — pra falar sobre esse estranho mundo do UFC, que tanto quer ser levado a sério, mas que tanto não consegue.

Conversamos sobre a Ronda Rousey, Conor McGregor, Anderson Silva, CM Punk, WWE, trash talk, promoção, sexismo e ainda demos aquela PINCELADA em Black Mirror, Wicked, musicais e como aprender inglês assistindo a Seinfeld e... Baywatch. :D

Aperta o play que CHEGOU A HORA! Ou baixar em .MP3. Assine também o nosso feed no seu iTunes, Android ou onde bem entender — até no Deezer! E fique ligadinho que O Asterisco agora é AO VIVO, toda segunda-feira, a partir das 19h!

Estrelando

Fernanda Prates (@NandaPrates_)
Thiago Borbolla (@borbs)
Renan Martins Frade (@ren4n)
Leandro Iamin (@leandroiamin)

Links

Assine o JUDÃO e nos ajude a continuar fazendo esse trabalho que cês gostam tanto! <3
CuriousCat: mande suas perguntas e a gente (eventualmente) responde!
Os textos da Fernanda Prates no MMA Junkie