BBC libera na internet, de graça, seu acervo de efeitos sonoros | Judão

Não é pra você sair usando nos seus podcasts e vídeos do YouTube, porém: a ideia é absolutamente MARAVILHOSA e dá um quentinho num coração

DEZESSEIS MIL E ONZE efeitos sonoros. Elevador movido à gasolina, projetor de 8mm rodando a 24 fps, o click de uma câmera, loja de máquinas, floresta tropical na África oriental à noite são alguns deles, entre os 25 listados na primeira página do arquivo liberado pela BBC sob uma licença RemArc, ou Reminiscence Archive.

Arquivo de Reminiscências, arquivo de “resíduos ou partes fragmentadas de alguma coisa que já não existe mais”, arquivo de “recordações vagas e quase apagadas”, arquivo de “recordações insconscientes”. Essa é a tradução do projeto criado pela BBC, em parceria com a Dundee University e Universidade de Sr. Andrews pra juntar um moooonte de conteúdos que possam “desencadear memórias em pessoas com demência, estimulando suas memórias de longo prazo com materiais do passado”, podendo assim ajudar os próprios pacientes como também seus cuidadores.

No site do projeto, você pode selecionar Temas ou Décadas (de 1930 até 2000) e, depois, vídeos, áudios ou fotos. O que é mostrado é randômico, mas você pode “favoritar” o que quiser e, depois, retornar direto aos conteúdos.

Hoje em dia praticamente todos os grandes portais e grupos de mídia do Brasil cobram pra que você possa ler seus conteúdos. O JUDAO.com.br continua produzindo conteúdo de graça pra todos, de forma independente, em diversas mídias, e vai fazer isso pra sempre. Mas não tá fácil pra ninguém.

Nunca o JUDAO.com.br foi tão lido em toda sua história, mas anúncios estão desaparecendo, o Facebook não deixa ninguém sair de lá e nós dependemos cada dia mais dos nossos leitores, ouvintes e espectadores pra financiar a produção de todo esse conteúdo sobre cultura pop que é bem raro na internet Brasileira. Se todo mundo que gosta, compartilha e/ou comenta contribuir, o nosso futuro estará garantido. Vamo?

Conheça nosso projeto e assine a partir de R$10 / mês. :)

Os tais 16.011 efeitos sonoros liberados vão além disso, e já foram — e ainda podem ser — utilizados em diversas outras produções. ATÉ VOCÊ pode usá-los no seu vídeo do YouTube, por exemplo, mas o som tem copyright e aí é aquela coisa de poder levar strike e a porra toda. O ponto é que esses sons, assim como as imagens, vídeos e áudios previamente liberados no projeto, podem ajudar quem tem o Mal de Alzheimer, por exemplo, a lembrar de certas coisas láááá de trás.

É incrível e, acima de tudo, LINDO esse tipo de coisa. E mostra, especialmente num momento como esse, o quanto o passado e as memórias PRECISAM ser preservados pra fazer do presente e do futuro algo muito mais aceitável, pra dizer o mínimo.

Os 16k efeitos podem ser ouvidos aqui, e o projeto inteiro pode ser conhecido aqui.