Ridley Scott muda a história do cinema mais uma vez, pena que pelo pior motivo possível | Judão

Diretor decidiu refilmar as cenas de Kevin Spacey no já editado e finalizado Todo o Dinheiro do Mundo com Christopher Plummer, o ator que ele desde o início queria no papel

Outubro estava chegando ao fim quando Anthony Rapp, o Tenente Stamets de Star Trek Discovery, revelou que Kevin Spacey fez “avanços sexuais” contra ele, quando tinha apenas 14 anos. Novembro nem começou direito e a produção da 6a temporada de House of Cards foi suspensa por tempo indeterminado, o ator demitido e, dizem por aí, a série poderá continuar sem ele.

Ele já perdeu um Emmy honorário, nem aparece mais quando você busca por “House of Cards” no Netflix e sua carreira começou a ir pro saco — com o provável GOLPE DE MINERVA sendo revelado na noite dessa quarta-feira, quando o Deadline revelou que Ridley Scott, diretor de Todo o Dinheiro do Mundo, resolveu substituir o ator por Christopher Plummer.

Isso faltando um pouco mais de um mês para a estreia, com o filme já devidamente finalizado.

De acordo com o THR, a decisão foi tomada unilateralmente por Ridley Scott e comunicada para o estúdio na tarde dessa quarta-feira (08), mas o Deadline informa que Michelle Williams, Mark Wahlberg, equipe, produtores e estúdio concordaram, unanimemente, em refilmar as cenas que, com Kevin Spacey, demoraram oito dias para serem finalizadas.

Christopher Plummer com o Oscar que ganhou em 2012 por Toda Forma de Amor

Nunca na história do cinema algo assim aconteceu. Atores já foram substituídos no meio de produções, claro, e a história mais parecida com essa aconteceu em 1987, quando Woody Allen resolveu adicionar novos atores e novos personagens a Setembro, depois do filme estar editado e finalizado. Diferença é que, naquela época, havia muito mais tempo antes da estreia e, enfim, a ideia foi adicionar coisas e não substituir.

A decisão de Scott, porém, parece bastante justificada, ainda que arriscada — a data de estreia marcada para 22 de Dezembro não foi e não pretende ser alterada. Além de Christopher Plummer ser o seu nome preferido desde o início (a Sony preferiu alguém mais famoso e tacou maquiagem em Kevin Spacey), Todo o Dinheiro do Mundo foi retirado da noite de encerramento do AFI Fest por conta das denúncias (e pelo fato de que os atores, que iriam ao tapete vermelho, seriam perguntados sobre Spacey) e a estreia do filme, que tem aspirações ao Oscar, poderia acabar sendo MANCHADA de alguma maneira.

Todo o Dinheiro do Mundo conta a história do sequestro de John Paul Getty III, à época com 16 anos, neto de um MAGNATA do petróleo americano, e tudo o que sua mãe (Michelle Williams) fez para convencer o avô (agora, Christopher Plummer) a pagar o resgate de US$ 17 Milhões.

Não foram divulgados detalhes sobre as refilmagens, mas a data de estreia do filme continua sendo 22 de Dezembro lá nos EUA, 18 de Janeiro aqui no Brasil.