Está chegando ao fim, de uma vez por todas, o relacionamento entre Marvel e Netflix | JUDAO.com.br

Não que seja surpresa. E nem necessariamente tem a ver com uma terceira ~pessoa… Só vai acontecer porque é assim que as coisas são. ¯\_(ツ)_/¯

Nenhum bom relacionamento termina de uma hora pra outra, nem precisa ser em termos ruins. Às vezes está tudo lá, é só uma questão de tempo — algumas coisas boas acontecem e até PARECEM ser algum tipo de luz no fim do túnel, mas não tem jeito. O fim é o fim. E é até bom que seja assim, pra ninguém se machucar mais do que precisa.

Netflix e Marvel começaram essa separação em 2018, com o anúncio do cancelamento de Punho de Ferro, de Luke Cage e, depois, Demolidor. Inicialmente poderia ser por qualquer motivo e, convenhamos, nem Punho de Ferro e nem Luke Cage eram láááá essas coisas — a série do imortal protetor não sei das quantas inclusive até que demorou umas duas temporadas pra ser deletada.

Mas, depois de uma 3a parte brilhante, a série do Demolidor ter sido cancelada mostrou que as coisas eram, definitivamente, mais embaixo.

Ajude o JUDAO.com.br continuar desafiando a cultura pop. Assine!
A partir de R$5 por mês.

Não, eu pessoalmente não acredito que isso seja um movimento de troca de canais, com essas mesmas séries sendo levadas para o VINDOURO serviço de streaming do Pateta, o Disney+ (que, verdade seja dita, terá a Capitã Marvel com exclusividade quando chegar a hora de levar Carol Danvers pro streaming). Pra mim é simplesmente parar de jogar contra: por que alimentar um concorrente direto?

Tudo bem que o Hulu tá aí com Runaways e algumas animações e até já “demonstrou interesse” nessas mesmas séries, mas... Sabe quem é dona de 30% do Hulu? A Fox. Sabe quem é dona da Fox? E DIGO MAIS: sabe quem é dona de outros 30% do Hulu? Te dou um ICE CREAM SANDWICH em forma de Mickey Mouse se você adivinhar. ¯\_(ツ)_/¯

Não é você, sou eu

A comprovação de que esse relacionamento a distância entre Los Gatos e Burbank está chegando ao fim definitivamente é a matéria publicada no Deadline, que dizem que tanto a jovem segunda temporada de O Justiceiro como a ainda em gestação terceira de Jessica Jones seriam as últimas aparições dos personagens no Netflix.

Nada de oficial, só o bom e velho jornalismo. Mas faz total sentido, se pensarmos que, bem... Por quê estender um contrato que um dia já foi bom pras duas partes mas que, aqui e agora, vai contra o interesse de uma, pelo menos? Já dizia o ancião recostado que se “um não quer, dois não brigam”.

Me parece ser justamente essa a situação. Acabou, não dá mais. E tudo bem. A vida segue e as histórias continuam separadas, em outros lugares, em outras mídias, em outros momentos.

Let it go. :)