Glass, sequência de Corpo Fechado, ganhou novas imagens e detalhes bem interessantes | Judão

Segundo Shyamalan, a versão moderna daquela galera que dizia ser Napoleão e Jesus Cristo é pensar que é personagem de história em quadrinhos. Hmmmm… :)

Certa vez, em 2015, M. Night Shyamalan deu uma entrevista para a EW sobre seu filme Corpo Fechado, de 2000. Junto com uma parte do elenco, eles conversaram sobre a história, gravações, curiosidades e INCLUSIVE sobre o futuro. “Pessoas me perguntam sobre uma continuação, mas a ideia de uma sequência tradicional não me inspira”, contou. “Precisa ser natural e partir de uma boa ideia — ou então será artificial.” No entanto, deixou aquela pontinha de esperança. “Mas é fascinante como foi marcante. Eu penso muito nisso.”

Dois anos depois, em 2017, Shyamalan nos deu Fragmentado. Lembra? James McAvoy no papel ridiculamente assustador e MUITO bem feito de Kevin, um assassino que sofre com o Transtorno Dissociativo de Identidade. Ao final do filme, por conta de ~certos acontecimentos, vemos o interior de um restaurante e lá encontra-se Bruce Willis sentadão, tomando um café. Dá pra ler um nome bordado em sua camisa... “Dunn”. E uma mulher, chocada com a história do assassino, tenta se lembrar do nome de um outro cara que era esquisitão e usava uma cadeira de rodas. “Mr. Glass”, ajudou Dunn. E foi ali que todo mundo sacou: Fragmentado se passa no mesmo universo (e cidade) de Corpo Fechado. E VAI TER SEQUÊNCIA EM CONJUNTO SIM!

Na CinemaCon desse ano tivemos um gostinho desse novo capítulo, chamado Glass, que deve estrear em Janeiro de 2019. Aí saiu a última edição da EW, com muito mais detalhes, além de entrevistas com o elenco e diretor. “Vamos passar mais tempo com novas pessoas que vivem em Kevin”, contou James McAvoy. Vamos reencontrar também Charlayne Woodard como a mãe de Elijah Price, e o filho de Dunn, Spencer Treat Clark, agora já crescido. E Shyamalan avisou que eles terão um papel MUITO influente na nova história.

Nas novas imagens do filme, dá pra ver os três protagonistas sendo atendidos por uma psiquiatra que será interpretada por Sarah Paulson. Segundo Shyamalan, “ela trata pessoas que acham que são personagens de histórias em quadrinhos.” Pra ele, é o equivalente moderno daquele retrato da pessoa insana que acha que é o Napoleão ou Jesus Cristo. As fotos também mostram cenários muito bem feitos, algumas interações entre os personagens e o que mais chama atenção são cores em tons BEM interessantes e o figurino MUITO legal do Mr. Glass.

Tomara que seja uma conclusão tão legal quanto parece, né? :D