A grande aventura que é jogar RPG com o Pai do Chris | JUDAO.com.br

Porque, afinal de contas, ele já é praticamente um personagem de D&D na vida real… e dos BONS! <3

Tanto quanto o próprio protagonista, Tyler James Williams, aquele que os brasileiros amam ATÉ DEMAIS DA CONTA, se teve uma daquelas heranças maravilhosas que a série Everybody Hates Chris deixou foi este sujeito maravilhoso que é Terry Crews.

O cara podia ser apenas um grandalhão de olhar injetado, músculos saltados e com uma frase de efeito na ponta da língua, ideal pra estrelar o próximo filme de ação genérico da vez. Mas é também uma máquina de carisma, bem-humorado e com ótimo timing cômico, carinhoso com os fãs e ainda por cima alguém que não tem medo de se posicionar. Não foram raras as vezes em que lutou a boa luta, falando em defesa dos direitos das mulheres e contra o sexismo — o que motivou, por exemplo, a sua não-participação em Mercenários 4.

E é este cara, o Pai do Chris, que a gente aprendeu a amar, que foi a estrela da mais recente edição do CelebriD&D, série de vídeos do Nerdist que traz estrelas para jogarem pequenas partidas de Dungeons & Dragons, aquele mesmo de tabuleiro, com o time deles.

Ajude o JUDAO.com.br continuar desafiando a cultura pop. Assine!
A partir de R$5 por mês.

Neste episódio, ambientado no mundo de World of Warcraft, o mestre é Matt Mercer, dublador e apresentador do programa Critical Role. Na mesa, estão também Marisha Ray, Ashly Burch, Troy Baker e Taliesin Jaffe, todos ATORES DE VOZ especializados em dar voz à personagens de videogames ou então para versões americanas de animes, além da própria Jessica Chobot, ex-IGN e atual apresentadora do Nerdist News (lembra daquela foto da mina lambendo um PSP?).

São duas horas de vídeo, ao longo das quais Crews interpreta Thodak, o Ferreiro, um orc guerreiro de nível 5 — e que obviamente, se você conhece minimamente WoW, já imagina que seja também um guardião feroz da Horda. Sim, são duas horas de vídeo, mas Crews, o pesadelo e ao mesmo tempo sonho de qualquer mestre de RPG, faz isso passar tão rápido que você nem percebe. :D

Ex-jogador de futebol americano, Terry Crews é daquele tipo que desafia os estereótipos típicos de filmes estudantis americanos sob os quais muita gente ainda parece querer viver — já que é um fanático assumido por videogames, por exemplo, a ponto de ter montado sozinho um PC configurado na medida certa pra jogar o que bem entendesse. E, vamos lá, não é muito difícil imaginar o cara entrando numa luta campal usando um gigantesco martelo de batalha... ;)

Vale lembrar ainda que Dungeons & Dragons (que, nos EUA, costuma ser também sinônimo de RPG de mesa, como um todo) é uma espécie de febre em Hollywood. Vin Diesel, claro, talvez seja o defensor mais famoso da causa, jogador fanático há mais de duas décadas, do tipo que até transforma um de seus personagens de campanha recorrentes em filme. Outro nome ligado ao jogo é Joe Manganiello, que admitiu jogar desde os 10 anos de idade, quando foi apresentado ao módulo básico de D&D depois de ler O Hobbit. Mas ainda tem nomes como Jon Favreau, Elijah Wood, Patton Oswald, Stephen Colbert, Anderson Cooper e Deborah Ann Woll, a Karen Page da série do Demolidor.

Imagina toda esta galera movimentando seus agentes para poder participar do que está sendo prometida como uma adaptação FINALMENTE decente de Dungeons & Dragons pros cinemas...? ;)