"Mas por que o Netflix continua fazendo filmes do Adam Sandler?" | Judão

Não que a resposta fosse um segredo, mas se você queria a verdade esfregada na sua cara, EI-LA.

Em um comunicado para os investidores, enviado na mesma semana em que espera ultrapassar a marca de 100 milhões de assinantes, o Netflix revelou algumas coisas relativamente interessantes enquanto mostra pra galera que tem ações da empresa o quão bem as coisas vão.

Com relação a conteúdo, Desventuras em Série, Santa Clarita Diet e Ultimate Beastmaster foram chamados de “lançamentos chave” do primeiro QUADRIMESTRE de 2017, enquanto citam Punho de Ferro, “que rapidamente se tornou uma série da Marvel muito assistida e prepara o palco para Defensores“, Ingobernable, “nossa segunda série Mexicana, estrelada por Kate Del Castillo, que é muito popular no México”, e 13 Reasons Why.

Aqui, é legal reparar no gráfico divulgado, que mostra as buscas por alguns desses títulos MAIS Stranger Things — a única série dessas que se mantem, se alguma maneira, relevante. Luke Cage e Punho de Ferro tem picos parecidíssimos de interesse, enquanto 13 Reasons Why começa a estabilizar um interesse ENORME.

Você conferir o resultado completo da comparação no Google Trends, incluindo por países e termos buscados relacionados, clickando aqui. :)

Recentemente, o Netflix anunciou a renovação do acordo inicial com Adam Sandler, que era de quatro filmes e foi assinado há cerca de dois anos e meio, colocando outros quatro filmes no pacote, o que totalizarão OITO e serão chamados de “Sandler-verse” (sério). Ridiculous 6, Zerando a Vida e Sandy Wexler foram os três primeiros e, SOMADOS, os filmes conseguiram apenas 38% de críticas positivas no Rotten Tomatoes do que Batman VS. Superman, só pra você ter uma ideia.

Ridiculous 6 e Zerando a Vida tem 0 e 5%, respectivamente.

Isso importa? Bom, num mundo perfeito talvez fosse o caso de quem banque esses filmes parasse pra pensar que tá gastando dinheiro pra produzir algo que CLARAMENTE não é de boa qualidade... A questão é que o público gosta. O público assiste e, desde Dezembro de 2015, quando Ridiculous 6 estreou, mais de 500 MILHÕES DE HORAS de filmes do Adam Sandler foram assistidos no serviço de streaming.

É como se filmes do Adam Sandler fossem exibidos sem parar por QUINHENTOS FUCKING ANOS.

Se arredondarmos o preço médio do ingresso do cinema nos EUA pra US$10 e “filmes do Adam Sandler” fossem Batman VS. Superman, o filme dirigido por Zack Snyder teria conseguido nas bilheterias de lá US$ 2 Bi, contra os US$ 330 Mi que conseguiu... Só como comparação em uns termos que o pessoal que acredita que números de bilheteria tem algo a ver com a qualidade do filme ou que “os críticos não importam” e coisas assim.

A verdade é que eu ficaria bastante tranquilo se fossem apenas filmes ruins. Acontece. Eu mesmo gosto de um monte de filme que eu pelo menos tenho noção de que é ruim. Mas o que Adam Sandler COSTUMA fazer é o tipo de humor mais rasteiro que existe no universo. Não são apenas filmes ruins, são filmes equivocadíssimos.

Que são assistidos PRACARALHALMENTE. E é por isso que continuarão sendo produzidos. ¯\_(ツ)_/¯

Se você quiser ler a carta enviada aos investidores, cheia de planilhas e outros números que, nesse momento, não importam tanto, é só clickar aqui. E saber inglês. :P