O Multiverso está chegando a Agents of SHIELD | Judão

“A Life Spent” começou a desenvolver a ideia introduzida em Doutor Estranho. E as possibilidades, olha…

SPOILER! O último episódio de Agents of SHIELD, terceiro da quinta temporada, trouxe uma ANEDOTA que deve ter feito os fãs dos quadrinhos da Marvel soltarem gritinhos em polvorosa enquanto assimilavam tudo o que tava sendo dito.

Em um determinado momento de A Life Spent (esse é o título do tal episódio), enquanto May pilotava a nave rumo a uma certa parte do que sobrou da Terra que o tal do Virgil insistia que era algo além de um pedaço de pedra sem vida, descobrimos que aquele setor do planeta se chamava 616.

Esse é o número da Terra em que se passam as principais histórias do Universo Marvel nos Quadrinhos e foi criado por Alan Moore, Alan Davis e Dave Thorpe — DIZEM que arbitrariamente, só pra não ser algo como 2 ou 8, mas também dizem que é uma referência ao chamado NÚMERO DA BESTA porque as histórias de heróis estavam uma bosta e essa era uma maneira de dizer que a Marvel era do mal.

Seja como for, esse número foi citado como quem não quer nada no exato mesmo episódio em que, também como quem não quer nada, o conceito de MULTIVERSO — aquele mesmo introduzido em Doutor Estranho e que, segundo a Evangeline Lilly, deve ser explorado em Homem-Formiga 2 — foi utilizado como causa, motivo, razão ou circunstância para que a Daisy tivesse destruído a Terra. No universo que estamos acompanhando na série, aquilo é uma verdade; no universo de onde a Daisy veio, não.

Quem acompanha as séries do chamado Arrowverse deve estar mais do que acostumado com esse conceito (haja vista, por exemplo, o crossover deste ano) — até porque foi mesmo a DC Comics que começou essa brincadeira nos quadrinhos, em 1961, quando o Flash encontrou um outro Flash, vindo de uma outra Terra.

As infinitas crises nas infinitas Terras que se seguiram depois são uma outra história e eu penso se uma dessas não seria a SALVAÇÃO do universo de filmes outrora conhecido como DCEU.

O que importa aqui no momento é que essa ideia não só vai ajudar muita gente se acostumar com o que vem por aí em Vingadores: Guerra Infinita, como criar um monte de novas possibilidades pros filmes e séries — e uma em particular pode estar muito próxima de chegar a Agents of SHIELD.

Você ouviu falar de Marvel Rising: Secret Warriors?

Anunciada na última quinta-feira, a animação, que vai começar como uma série de seis episódios de quatro minutos cada, CULMINARÁ num filme em algum momento de 2018. “A ideia veio do desejo de poder contar histórias sobre personagens que nós acreditamos que sejam os próximos grandes heróis do Universo Marvel”, disse Sana Amanat, diretora de conteúdo e desenvolvimento de personagens da Marvel, ao BuzzFeed.

Kamala Khan, America Chavez, Garota-Esquilo, Quake e Spider-Gwen estão entre os protagonistas dessa história que, tirando a Capitã Marvel, não terá (pelo menos inicialmente) nenhum dos grandes nomes do PANTEÃO da Marvel Studios — até porque, nem precisa.

Se isso já não fosse legal o suficiente por si só, essa notícia tá fazendo muita gente se empolgar por uma outra razão. Não há, pelo menos por enquanto, nenhum FATO aqui; trata-se apenas do chamado feeling, então segura um pouco essa empolgação.

Mas... E se a Spider-Gwen estiver a caminho de Agents of SHIELD?

Ainda quando o Aranhaverso era a grande história do Homem-Aranha e da Marvel nos quadrinhos, Edge of Spider-Verse #2 mostrou que, na Terra-65, quem tomou a picada da Aranha radioativa foi Gwen Stacy e quem morre acaba sendo Peter Parker (não pelas mãos do Duende Verde, mas sim por uma história um pouco bizarra em que ele se transforma num Lagarto gigante e enfim, isso não vem ao caso agora).

Ela ganhou uma série própria — chamada Spider-Gwen, ainda que ela seja conhecida nas histórias como Spider-Woman — e tá aí até hoje com um dos uniformes mais sensacionais de todos os super-heróis de todos os universos.

Agora com a sua participação em Marvel Rising: Secret Warriors, e provavelmente pra fugir de toda e qualquer confusão que pudesse ter com o ALTER-EGO de Jessica Drew (uma personagem que, até o acordo que permitiu Homem-Aranha: De Volta ao Lar, era considerada “compartilhada” entre Marvel e Sony), a Spider-Gwen será chamada oficialmente de Ghost-Spider, o mesmo nome do personagem que apareceu na série animada do Homem-Aranha Ultimate, mas eu vou parar de fazer essas ligações porque se não a gente enlouquece. :D

Sua voz em Rising será de Dove Cameron, atriz que muita gente conhece por ter emprestado sua voz AND interpretado a Mal, filha da Malévola, em Descendentes, enquanto outros a conhecem por ela ter dublado a Spider-Gwen naquela mesma série animada do Homem-Aranha Ultimate que eu falei lá atrás.

Eis que, recentemente, Dove também foi confirmada no elenco da nova temporada de Agents of SHIELD, em um papel ainda não revelado.

ATÉ AÍ TUDO BEM, se algumas outras coisas não tivessem sido anunciadas — no caso, o fato de que Milana Vayntrub, a Garota-Esquilo da série dos Novos Guerreiros, também dublar a personagem em Marvel Rising, assim como fará a Chloe Bennet com a Quake da animação.

Juntando isso à toda esta história de multiverso de Agents of SHIELD (e se você quiser misturar com o Homem-Aranha no Aranhaverso, anunciado nesse fim de semana), seria bastante PERTINENTE que a personagem de Dove Cameron em Agents of SHIELD fosse a Spider-Gwen... Além de toda a semelhança física. :)

Dove Cameron

Sendo a quinta temporada dividida em “pods” como a quarta, ao ser resolvida essa primeira parte — que muito provavelmente mostrará Coulson & Cia retornando para a Terra –, uma próxima poderia envolver a mistura com personagens de outras Terras e Universos (porque, bom, eu duvido que eles voltariam para a Terra-199999, a oficial do chamado MCU).

Não sei qual história contariam e seria um risco bastante grande de se tornar apenas e tão somente um fanservice. Mas, ao mesmo tempo, poderiam resolver a cagada que foi a série dos Inumanos e, novamente, preparar pra tudo o que Kevin Feige planeja para os cinemas, sem precisar parar tudo o que tá fazendo pra dizer pra todo mundo que o filmeX ou Y tá pra estrear.

Vamos ver. O primeiro “pod” de Agents of SHIELD tem pelo menos mais sete episódios pra se desenvolver e tudo o que tou dizendo aqui pode mudar ou acabar não fazendo sentido algum se essa história acabar acontecendo — vale lembrar que Ming-Na Wen, a Agente May, vai dublar a vilã Hala em Marvel Rising, por exemplo. Mas deixo aí essa ideia... Imagina só que do caralho seria ver a Spider-Gwen live-action? Nos cinemas não iria acontecer, então... :D