O universo de John Wick vai virar série em The Continental | Judão

Lionsgate Television e o Starz vão produzir série que vai se passar “lado a lado” com a história dos filmes. Por mim, tudo bem!

Eu prefiro sempre chamar John Wick de John Wick, ao invés do título Brasileiro, De Volta ao Jogo, porque esse é um caso em que o título diz muito, MUITO sobre o filme — que embora tenha Keanu Reeves acertando headshots e se vingando da morte de um cachorrinho, é muito, MUITO mais do que isso.

A razão, mesmo aqui no JUDAO.com.br, onde a gente sempre tenta usar os títulos nacionais pra facilitar a busca e até mesmo entendimento do chamado GRANDE PÚBLICO, é que quem ouve esse nome no filme sente CALAFRIOS. Sabe que a morte está próxima, se não a de quem ouve, de alguém que está próximo.

John Wick faz parte de um Universo maior, que descobrimos no primeiro filme e que o segundo falhou em se utilizar, se focando mais nos headshots e ação do que essa coisa quase que sobrenatural que cercava não só John Wick, o personagem, como tudo o que acontecia naquele filme.

É por isso que eu recebo com certa empolgação, ainda que John Wick: Um Novo Dia Para Matar — agora sim um título nacional CONDIZENTE — segure um pouco meus pés pra trás, a notícia, divulgada durante o TCA 2018, de que o Starz e a Lionsgate Television vão produzir The Continental, uma série baseada no mesmo universo dos filmes, cujo título é o mesmo nome do hotel em que aquele monte de coisas começa a acontecer. :)

Chris Collins (Sons of Anarchy, The Wire, The Man in the High Castle) vai escrever e ser o showrunner da série, enquanto Chad Stahelski (co-diretor do primeiro e diretor do segundo filme), David Leitch (co-diretor do primeiro e diretor de Deadpool 2), o roteirista Derek Kolstad e Keanu Reeves, além do próprio Chris Collins, serão os produtores executivos da série que, de acordo com Carmi Zlotnick, presidente de programação original do Starz, existirá “lado a lado” com os filmes, não sendo nenhum tipo de prequência ou sequência.

“Eles tem uma estrutura muito boa. É bem ligado ao filme, sobre os hoteis Continental ao redor do mundo, como certas pessoas entram naquele mundo e o que acontece em relação a essas pessoas, o que é legal” disse Chad Stahelski, que dirigirá o piloto. “Eu acho que o mundo é muito vasto, e tudo que eu ouvi é muito positivo. (...) É algo que o estúdio está querendo muito fazer... Você pode seguir o consigliere, concierge, o sommelier — qualquer um desses personagens pode te mostrar diferentes aspectos desse mundo, alguns que eu não posso explorar nos filmes, seguindo o meu protagonista”.

Em entrevista ao /Film, Zlotnick afirmou que “sim, essa é uma série de ação” e que “a história deverá ser contada no presente, mas muitas das tretas de hoje serão motivadas pelo que aconteceu no passado”. Além disso, a ideia é que a primeira temporada tenha oito episódios, um padrão do canal. “Normalmente fazer mais que isso pode ser uma ponte grande demais, mas estamos discutindo. Precisa se encaixar com as necessidades da história, também”.

Já em pré-produção e com o título temporário de Alpha Cop, John Wick 3 tem estreia prevista para 17 de Maio de 2019, o que poderia acabar misturando as duas histórias, pra alegria do pessoal do marketing. Mas, mais do que isso, Stahelski já disse que Keanu Reeves poderia fazer uma participação na série e Zlotnick confirmou que está conversando com Ian McShane. “A parte boa é que nós temos uma ideia da sua agenda por conta do nosso envolvimento em American Gods. Estamos conversando com ele”.

Ian McShane, que interpreta Winston, proprietário / gerente / sei lá o que o Continental de Nova York (que na verdade é o Beaver Building, caso você queira visitar) seria uma ÓTIMA adição à essa história — bem como Peter Serafinowicz, caso acontecesse. Mas aqui eu só tou viajando. :)

The Continental ainda não tem uma timeline de produção mas deve começar a ser rodada esse ano, estreando ou no fim de 2018, ou no início de 2019. Aguardemos as novidades — que vamos acompanhar o tempo todo lá no @JUDAONews, no twitter. :)