Quando o YouTube Red superou o Netflix e o Hulu | Judão

Talvez seja o caso de a gente começar a prestar mais atenção no serviço, ainda mais depois de Cobra Kai e uma série produzida e apresentada por Robert Downey Jr. :D

Foi no já longínquo ano de 2014 que o YouTube lançou a sua versão paga, o YouTube Red. Sendo assinante, você consegue baixar vídeos para assistir offline, ouvir músicas em segundo plano (!!!), ver tudo sem anúncios publicitários e consumir conteúdo original produzido exclusivamente para a plataforma. E mesmo que só esteja disponível em 5 países (Austrália, México, Coreia do Sul, Estados Unidos e Nova Zelândia), os números de audiência andam BEM expressivos ultimamente.

Entre seriados, documentários e especiais, vimos recentemente uma certa ~comoção com Cobra Kai, série sobre a vida de Daniel Larusso e seu NÊMESIS Johnny Lawrence, trinta anos após a história de Karatê Kid. A estreia foi no dia 2 de Maio e, MEUS AMIGOS, que sucesso.

De acordo com a Variety, que teve acesso aos números medidos pela Parrot Analytics (que faz medição de espectadores até pra Globo, vejam só), dos dias 6 a 12 de Maio, Cobra Kai registrou a maior audiência da plataforma até então. E DIGO MAIS: em seu pico, teve 54% a mais de audiência do que 13 Reasons Why, 121% a mais do que Perdidos no Espaço (ambos do Netflix) e o DOBRO do que The Handmaid’s Tale, do Hulu.

Foi a primeira vez que uma produção do YouTube Red ficou em primeiro lugar e, com isso, já rolou a confirmação de uma segunda temporada, e todo um interesse renovado nas produções do serviço, como essa história de que o Robert Downey Jr. será produtor executivo AND apresentador de uma série sobre inteligência artificial (por que QUEM MAIS, né?).

O que sabemos até agora, via Mashable, é que serão OITÔ episódios que serão lançados em 2019, abordando a I.A., como os humanos se relacionam com ela e suas contribuições para as nossas vidas.

A produção foi descrita como uma “fascinante jornada pela exploração do desenvolvimento do mundo da inteligência artificial, um vislumbre do futuro” por Susan Downey, esposa parceira de Robert na produtora deles, Team Downey. É, eu sei, ele virou o Tony Stark MESMO.

Com tudo isso, só há uma coisa que posso dizer: YouTube Red, please, COME TO BRAZIL!