Quando os astros envelhecem | Judão

Tem sido cada vez mais comum notícias sobre artistas em situações complicadas por conta da velhice — muitas vezes, culpa de gente mais nova. :/

Boa parte dos produtos culturais que curtimos atualmente foram criados há muito, muito tempo. A Marvel, por exemplo, nasceu em 1939, como Timely Comics, e vários personagens que adoramos vieram entre os anos 50 e 60. Bob Kane, criador do Batman, teria 103 (CENTO E TRÊS!) anos se estivesse vivo. O Superman tem 80 anos. Chuck Berry morreu no ano passado, aos 90, e Little Richard ainda está vivo e bem, com 85 anos.

O tempo passa pra todos, inclusive pra quem é famoso. Perda de memória, de força física, saúde fragilizada e alguns outros transtornos mais conhecidos, como a doença de Alzheimer e Parkinson acometem também figuras que amamos e tem sido cada vez mais comum notícias sobre artistas em situações complicadas por conta da velhice.

Nessa semana, o filho de Nichelle Nichols, que você deve lembrar como Tenente Uhura da versão original de Star Trek, declarou que sua mãe está ficando com dificuldades de pensar por si, nomeando judicialmente 4 pessoas de confiança para tratar de seu patrimônio e decisões sobre sua saúde. Isso porque, segundo ele, “certas pessoas colocaram-se indevidamente na vida de Sra. Nichols para prejudicá-la”. Nichelle tem 83 anos, estrelou a série de 1966 a 1969 e é uma atriz ativa.

No mês passado, vimos algo parecido com Stan Lee, que está com 95 anos. Ele teria assinado um documento elaborado por Tom Lallas, um advogado contratado, que denunciava abuso e maus tratos por parte de sua filha, Joan Celia Lee, e seus cuidadores. Só que, alguns dias depois dessa notícia, o próprio Stan gravou um vídeo desmentindo a história toda, detalhando até o bom relacionamento que tem com a filha e seu cuidador atual, Keya Morgan, e mostrando-se indignado com as mentiras de Lallas.

Chadwick Boseman cumprimenta Stan Lee na premiere de Vingadores: Guerra Infinita

João Gilberto, junto com Tom Jobim e Vinícius de Morais, ajudou a criar o movimento da Bossa Nova 60 anos atrás. Também em Abril, o músico, de 86 anos, passou por um processo de interdição movido por dois de seus filhos, Bebel Gilberto e João Marcelo. No caso deles, as acusações são contra sua esposa, que estaria se aproveitando do patrimônio do marido para ganhar dinheiro, deixando o músico em estado de “penúria financeira”.

É tudo muito complexo e particular, eu sei. Famílias têm maneiras diferentes de resolver as coisas, tudo pode ter várias versões e nunca saberemos ao certo quem é (e se há) certo e errado. O legado dessas pessoas é imenso. Nichelle era uma comandante negra em papel de destaque na televisão nos anos 60 e fez História com o primeiro beijo interracial da TV americana. Stan Lee é um dos criadores dos heróis que mais movimentam a cultura pop hoje. João Gilberto é responsável por um movimento musical histórico brasileiro… é, enfim, MUITO desanimador ver grandes contadores de história perderem o direito sobre a própria narrativa.