Quentin Tarantino dirigindo Star Trek é notícia velha. Na verdade ele deve dirigir um Star Trek RATED R. | Judão

Eu não sei o que aconteceu com o mundo em 2017, ainda. Mas que isso é exatamente o reflexo de tudo o que vivemos nesses últimos trezentos e quarenta e alguma coisa dias, é.

Esse ano de 2017 tá tão maluco que o Quentin Tarantino parece que vai dirigir um Star Trek. Não é brincadeira ou qualquer coisa desse tipo, não, a notícia saiu essa semana: o diretor entregou uma ideia a JJ Abrams que, por sua vez, levou pra Paramount que, por sua vez, começou a considerar a tal ideia.

Por “considerar a ideia”, claro, eu quero dizer que aparentemente ela fez tanto sucesso lá dentro daquela montanha sob as estrelas (você sabia que o escritório principal da Paramount Pictures fica dentro daquela montanha que aparece antes dos filmes? Espero que não, porque eu acabei de inventar isso) e o projeto já teria recebido luz verde pra começar a ser pré-produzido, com uma “sala de roteiristas” preparada pra encaixar as ideias no CANON e apresentá-las a Tarantino, formada por Mark L. Smith, Lindsey Beer, Drew Pearce e Megan Amram.

De acordo com o Deadline, Mark L. Smith (O Regresso) seria o mais cotado pra escrever o roteiro baseado nas ideias do cara e, aí vem o mais quentintarantinesco dessa história, é que o filme receberia a famosa classificação R — que, nos EUA, significa que menores de 17 anos só assistem ao filme acompanhados pelos pais. No Brasil, o equivalente é 16 anos.

Essa teria sido uma exigência de Tarantino e a Paramount resolveu aceitar, sabe-se lá por quais causas, motivos, razões ou circunstâncias (bom, até sabemos quais, mas você entendeu).

Olha, guardo com um certo carinho na minha pasta de vergonha alheia aquela luta do Spock com o Kirk se utilizando de enormes cotonetes — o que prova que além dos tablets pra Apple, Star Trek também previu a existência de American Gladiators — em que nada realmente emocionante, em termos de violência, acontece. Pra mim Star Trek é precisamente aquilo. O que seria ou como um Star Trek “para maiores” se encaixaria no canon, eu não consigo sequer imaginar.

Será que o Kirk vai mandar o Spock se foder? Ou, bom, estamos falando de Quentin Tarantino, então alguma treta vai acabar com muita gente desmembrada e sangue das mais diversas cores e viscosidades espirrará em nossas faces? A resposta eu realmente não sei.

Mas se eu não sabia exatamente porque sobrevivi ao ano de 2017, já tenho uma razão pra sobreviver pelos próximos anos. Aguardemos.