Software de animação usado pelo Studio Ghibli está disponível DE GRAÇA! | Judão

Toonz é usado pelo estúdio de de Hayao Miyazaki desde o clássico PRINCESA MONONOKE. E se você curte animar, pode ter ele no seu computador. Tipo, AGORA! E sem gastar um ien para isso!

Como diria o Slim Shady, se tem algum animador aqui, please stand up. Essa é pra vocês.

A empresa japonesa Dwango comprou a desenvolvedora italiana Digital Video, que criou a suíte de aplicativos para animação Toonz, uma das melhores ferramentas digitais para produção de animações 2D do mercado.

E qual foi uma das primeiras grandes ações da nova proprietária? Liberar uma versão gratuita do software, chamado agora de OpenToonz. Não apenas gratuita, aliás, mas uma versão em código aberto, que pode ser modificada e aprimorada por desenvolvedores e entusiastas.

Tá, “grandes coisas”, você diria. Sim, de fato. UMA COISA GIGANTESCA.

mononoke

Princesa Mononoke

O programa é a escolha do Studio Ghibli – sabe, aquele das animações do gênio Hayao Miyazaki, que dirigiu pérolas como Meu Vizinho Totoro, A Viagem de Chihiro, Porco Rosso e Nausicaa, entre outras – desde 1995. Ele foi utilizado para a animação de filmes como Princesa Mononoke, Ponyo, O Castelo Animado, O Conto da Princesa Kaguya e Vidas ao Vento. Não por acaso, estão chamando essa versão do OpenToonz de “Toonz Ghibli Edition”, já que ela vem com diversas funcionalidades desenvolvidas exclusivamente para o estúdio japonês.

“Nossa exigência foi que, para que a gente pudesse continuar produzindo animação com qualidade de cinema sem esforço adicional, o software deveria ter a capacidade de combinar perfeitamente a animação desenhada à mão com aquela produzida digitalmente”, explica Atsushi Okui, diretor executivo da área de imagem do Studio Ghibli, em entrevista ao Verge.

Mas não se preocupe se até você, fã/profissional de animação, nunca tiver ouvido falar desse pacote de software, mesmo já tendo visto muitas produções feitas com ele: criado em 1993, o primeiro grande projeto a utilizá-lo foi o longa animado Balto, da Amblimation/Universal Pictures. Depois disso, a Fox usou o Toonz para fazer Anastasia, assim como a MTV para produzir a clássica série animada The Maxx, baseada nos gibis do Sam Kieth. Além disso, a Rough Draft, responsável por produzir episódios de Os Simpsons, Futurama e o recente sucesso Gravity Falls (Disney) já o utiliza há bastante tempo também.

Claro que apenas ter esse software em mãos não vai garantir que qualquer um faça animações com a qualidade de um Studio Ghibli, assim como ter em mãos uma câmera Canon 5D Mark III não faz de ninguém um fotógrafo profissional. Mas ter as melhores ferramentas com certeza ajuda a atingir um resultado melhor. O importante aqui é o impacto que isso tem na indústria como um todo.

g_-_-x-_-_-_71594x20160327193650_0

Nos últimos tempos, vemos desenvolvedoras como Adobe (Photoshop, Illustrator) e Autodesk (dos softwares 3D Maya e 3D Studio Max) saindo de um modelo no qual era necessária a compra do software completo para utilização – o que, obviamente, custava vários dinheiros, limitando seu uso apenas para pessoas com posses/contatos ou aqueles que conseguiam via entrega direta da Argentina – para um modelo de assinatura, muito mais barato, o que os tornou muito mais acessíveis a curto prazo.

Esse movimento mostra que a Dwango – que vai manter o nome Digital Video na assinatura de desenvolvedora da suíte – está vindo com tudo para o mercado ocupado hoje pela Adobe (desenvolvedora do Animate, novo nome para o antigo Flash) e pela ToonBoom Animation (desenvolvedora do ToonBoom), que são grandes players do mercado.

Mesmo com filmes animados, efeitos especiais e games em 3D, isso mostra que ainda há, sim, um mercado pela antiga arte do 2D. Isso é espetacular. E quem ganha? Todo mundo, pois democratiza ainda mais a arte e permite que os profissionais tenham acesso a mais ferramentas, podendo oferecer serviços especializados que eram muito difíceis de conseguir antes, ou que tomavam muito tempo. Tudo bem que ainda tem custo de pessoal, estúdio, jurídico, administrativo, etc, etc... mas isso são outros quinhentos.

Chega de blablablá: baixe o OpenToonz agora nesse endereço AQUI, Ó. O lançamento oficial foi dia 26 de março, e isso já fez a comunidade de animação ao redor do mundo fazer diversas postagens em fóruns especializados e até os primeiros tutoriais no YouTube.

Para aqueles projetos que demandam customizações e outros desenvolvimentos, a Digital Video continuará a disponibilizar uma versão “premium”, que está disponível neste site.

Bora lá fazer umas animações e ganhar uns Oscars? :-D