Star Wars chega ao Netflix em Outubro! | Judão

Não só os filmes como séries, incluindo Guerras Clônicas e Star Wars Rebels, e documentários! :D

Houve um despertar. Você sentiu?

Não, falando sério aqui. Cê não percebeu nenhum distúrbio na Força? Porque o Netflix anunciou nessa segunda (26) a chegada de Star Wars ao seu catálogo em toda a América Latina no próximo dia 02 de Outubro, também conhecido como o próximo domingo.

Sabe qual país pensa que não, mas faz parte da América Latina? Exatamente. :D

E veja bem: quando eu digo Star Wars, não tou me referindo a O Império Contra-Ataca, O Retorno de Jedi, A Ameaça Fantasma, Ataque dos Clones e o Retorno dos Sith (Uma Nova Esperança já está no catálago há algum tempo). Eu quero dizer Star Wars Rebels (as duas primeiras temporadas + os curtas), Guerras Clônicas (completa!), LEGO Star Wars: The Yoda Chronicles, o especial do Phineas & Ferb, os docs Empire of Dreams: The Story of the Star Wars Trilogy, Science of Star Wars: Season 1 e Star Wars: The Legacy Revealed ALÉM dos seis primeiros episódios.

Essencialmente, é tudo de Star Wars já produzido — só faltando, mesmo, Caravana da Coragem, o que é uma pena para os Natais da família latino-americana. Puerra, Netflix! ;D

Star Wars chega ao Netflix no próximo domingo, 02 de Outubro

Darth Vader

O acordo entre Disney e Netflix para ter a saga Star Wars (quase) completa é o passado mais recente de uma longa trajetória. O Pluto comprou a LucasFilm em Outubro de 2012 e, pouco tempo depois, garantiu para si os direitos de distribuição de cinco dos filmes da saga da família Skywalker lançados até então. Os direitos do Episódio IV continuam com a Fox, que havia feito o lançamento das duas trilogias anteriores da franquia e conseguiu, ainda nos anos 1970, os direitos perpétuos do primeiro filme.

A partir daí o serviço de streaming passou a ter que negociar com duas corporações gigantescas diferentes para ter toda a franquia Star Wars. Há mais de um ano, talvez você se lembre do barulho nas redes sociais, o Netflix chegou a colocar no ar as páginas de todos os seis filmes da saga, incluindo artes, elenco, sinopse e até classificação etária, dando AQUELA chacoalhada na Força. Até onde o JUDÃO apurou, as negociações entre as três partes já rolavam naquela época, com o Pateta fazendo jogo duro.

A primeira vitória veio em 1º de Dezembro do ano passado, quando Uma Nova Esperança apareceu no catálogo — sem a indicação de “Episódio IV” no título e com o famoso logo e a FANFARRA da 20th Century Fox no começo do longa-metragem.

Restou a peça maior desse quebra-cabeça que, agora, está resolvida. E o mais importante: em um momento bem relevante para a Disney, que está prestes a estrear um filme que traz uma verdadeira introdução para a cronologia clássica da franquia, Rogue One: Uma História Star Wars. Porém, essa aventura não acabou: Star Wars: O Despertar da Força deve ficar por bom tempo distante dos outros ~amiguinhos. Naquela velha história de janelas, o filme é atualmente uma exclusividade do Telecine no Brasil , no qual vai estrear ainda no dia 29 de Outubro (no resto da América Latina o filme é da HBO). A entrada do filme no Netflix – e o momento no qual isso acontecerá – deverá envolver uma nova negociação entre o serviço de streaming e a Minnie.

Vale dizer que a situação não é muito diferente nos EUA. O Despertar da Força estreou nos cinemas no momento em que o acordo entre a Disney e o Starz ainda estava em vigor. O contrato entre o estúdio e o Netflix na Terra do Tio Sam entrou em efeito apenas agora em 2016, ao menos garantindo que Rogue One irá aparecer por lá após ser respeitada a janela do cinema e do home video.

Aqui no Brasil, enquanto isso, na próxima sexta-feira (30) acontece OUTRO momento importante desse acordo entre Disney e Netflix: a estreia dos filmes do Indiana Jones na plataforma, resultado de uma negociação bastante parecida, envolvendo os mesmos Tio Patinhas, Netflix e LucasFilm. Parece que o camundongo realmente ficou amigo do pessoal de Los Gatos. ;)

Que a Força esteja com você nesse próximo fim de semana. Até porque é eleição também, e Star Wars já ensinou uma ou duas coisas sobre isso. :)