Para o horror das pessoas de bem (ainda bem), Netflix anuncia sua primeira animação Brasileira | JUDAO.com.br

Serviço de streaming apresenta o primeiro teaser de Super Drags, que tem estreia prevista para o 2o semestre

“Libertando suas divas interiores, as três Super Drags foram recrutadas para reunir a comunidade LGBT e ‘espalhar purpurina no mundo'”. Com uma descrição destas, é impossível não ter pelo menos curiosidade de assistir à primeira série animada original Made in Brazil do Netflix, não é mesmo?

Prevista para estrear no segundo semestre de 2018, a recém-anunciada Super Drags terá cinco episódios e acompanhará as aventuras de Patrick, Donny e Ramon — que, durante o dia, são como eu e você. Têm que ralar trabalhando em uma loja de departamento, lidando com um chefe exigente e um bando de clientes irritantes. Mas, à noite, eles se transformam em Lemon Chiffon, Safira Cian e Scarlet Carmesim, “prontas para salvar o mundo da maldade e da caretice, enfrentando um vilão desaplaudido a cada episódio”, conforme a sinopse entrega.

Criada por Anderson Mahanski, Paulo Lescaut e Fernando Mendonça, a animação tem produção da Combo Estúdio — empresa especializada em animação 2D e que foi responsável por animar a série norte-americana Speak Responsibly e a brasileira Animatoons, ambas disponíveis gratuitamente no YouTube. Mas os sócios já trabalharam também em produções como a nova versão d’O Sítio do Pica-Pau Amarelo, o fofíssimo Meu Amigãozão e o filme de animação Turma da Mônica – Uma Aventura No Tempo.

Segundo Marcelo Pereira, produtor executivo de Super Drags, graças ao Netflix, eles podem levar a animação brasileira e principalmente a representatividade LGBTQ+ para todos os países que têm acesso ao serviço. “E também já podemos almoçar em um restaurante à quilo. E sonhar com um mundo onde os gays podem arrebentar os bandidos, e não o contrário. Obrigado, Netflix, por nos fazer acreditar. Aguardamos a próxima temporada para um restaurante à la carte”, afirmou, em comunicado oficial.

O Netflix também mostrou bastante entusiasmo com esse novo projeto. Segundo Chris Sanagustin, diretora de conteúdo original internacional da empresa de Los Gatos, eles também estão entusiasmados que sua primeira animação brasileira apresente aos espectadores o mundo ousado, escandaloso e fabuloso de Super Drags. “Temos a sorte de investir em grandes talentos de animação do Brasil, trazendo a traço vibrante da Combo e o humor ácido de nossos produtores para as belas e as telas de todos os cantos”, comentou ela.

Embora a gente tenha a tendência de pensar em conteúdo original do Netflix como sendo sempre as séries live-action, vale lembrar que o serviço tem um histórico bem interessante com animações originais e conseguiu emplacar sucessos de crítica e audiência. Vejamos, por exemplo, Bojack Horseman, que se encaminha para a quinta temporada e recebeu indicação no Primetime Emmy Awards; ou mesmo a incrível animação de Guillermo Del Toro, Caçadores de Trolls (agora parte de uma trilogia chamada Contos de Arcadia) e a divertida Big Mouth – que, aliás, confirmou as participações de Gina Rodriguez e David Thewlis na segunda temporada. Isso tudo significa que a expectativa para essa nova série animada está BEM alta.

Ainda não sabemos muito sobre Super Drags, e esse primeiro teaser não mostra muita coisa, mas nós do JUDAO.com.br sempre insistimos sobre a REPRESENTATIVIDADE ser IMPORTANTE, e é incrível ver um material como esse entrando em um catálogo mundial. Vamos esperar que a série não apenas seja respeitosa e fuja dos estereótipos típicos como esteja à altura do tema. Porque, se você vai olhar determinados comentários no link do YouTube em que o vídeo foi postado, só tem a plena certeza de que existe MUITA necessidade de se falar do jeito certo sobre o assunto...

Ajude o JUDAO.com.br continuar desafiando a cultura pop. Assine!
A partir de R$5 por mês.