The Walking Dead vai continuar sem Rick Grimes... Vai mesmo? | JUDAO.com.br

Andrew Lincoln resolveu aumentar a lista de produções na sua página do IMDb e Norman Reedus deve assumir o papel de protagonista a partir da 10a temporada. Mas… Vai dar certo isso aí?

No ano passado, Robert Kirkman e Andrew Lincoln conversaram com a EW sobre um futuro sem Rick Grimes, protagonista desde o primeiríssimo episódio da série lááá em 2010, quando acordou atordoado em um hospital e descobriu que os zumbis haviam destruído o mundo como ele conhecia. Para o ator, parecia uma boa ideia passar o título de personagem principal para Carl, filho de Rick, transformando a história de sobrevivência para uma de crescimento em meio ao apocalipse.

“Está lindamente ajeitado para isso — para que a câmera que conta a história [de Rick] simplesmente mude”, afirmou Lincoln. “Mas se vai ser nessa temporada... Precisamos ver, né?” Kirkman, criador dos quadrinhos — que completam 15 anos em Outubro — concordou com a ideia. “Eu acho que poderia acontecer. Andy é o líder desse show e sua dedicação é inspiradora. Todos o tem como exemplo e ele é grande parte disso. Mas nós temos um grande elenco, e há muitos personagens que poderiam carregar o show. The Walking Dead é uma história sobre um mundo e várias pessoas habitando esse mundo”. Kirkman, porém, alertou: “Não devemos nos preocupar com isso acontecendo em breve.”

A última temporada de The Walking Dead, oitava, estreou com uma audiência sofrida — depois de uma sétima temporada inteira complicada. Mesmo sendo o seu centésimo episódio, teve os números mais baixos desde 2012, com “apenas” 11,4 Milhões de espectadores, indo daí pra baixo, terminando com a pior audiência de um season finale desde a 1a temporada (7,9 Milhões de espectadores) e passando por tretas com Lauren Cohan, a Maggie, que ameaçou não renovar seu contrato caso não passasse a receber o mesmo que seus colegas. Pra completar, Chandler Riggs, o Carl, que vimos crescer, aparecer AND perder membros durante esses anos, saiu (ou foi saído) da série.

Nos quadrinhos, o garoto assume uma boa parte das responsabilidades do pai. Sem ele na série, continuamos com Rick protagonista, Kirkman disse que a gente não precisava se preocupar… certo? Errado.

Hoje em dia praticamente todos os grandes portais e grupos de mídia do Brasil cobram pra que você possa ler seus conteúdos. O JUDAO.com.br continua produzindo conteúdo de graça pra todos, de forma independente, em diversas mídias, e vai fazer isso pra sempre. Mas não tá fácil pra ninguém.

Nunca o JUDAO.com.br foi tão lido em toda sua história, mas anúncios estão desaparecendo, o Facebook não deixa ninguém sair de lá e nós dependemos cada dia mais dos nossos leitores, ouvintes e espectadores pra financiar a produção de todo esse conteúdo sobre cultura pop que é bem raro na internet Brasileira. Se todo mundo que gosta, compartilha e/ou comenta contribuir, o nosso futuro estará garantido. Vamo?

Conheça nosso projeto e assine a partir de R$10 / mês. :)

Segundo a Collider, Rick Grimes só aparecerá em apenas seis dos 16 episódios que a nona temporada deverá ter. Depois disso, o ator Andrew Lincoln estará fora de The Walking Dead e o motivo é até que nobre: ele quer ter alguma outra série ou filme no seu currículo, além dessa série e Simplesmente Amor.

Como ele sairia? O site não revela. Mas meio que fica difícil não pensar na morte do personagem ou em alguma solução em que ele encontre um lugar tranquilo pra morar e resolva ficar por lá sozinho.

Outra pessoa que TAMBÉM só está confirmada meia dúzia de capítulos é Lauren Cohan que, no meio de toda aquela treta, se envolveu com uma nova série chamada Whiskey Cavalier, que teve seu piloto aprovado e uma temporada já foi encomendada. Seria, no mínimo, complicado conciliar as gravações de ambos os shows e aí...

O que pra algumas pessoas pode acabar sendo uma boa notícia é que a AMC ofereceu um aumento bem gordinho no pagamento de Norman Reedus, que interpreta Daryl Dixon, para que ele não só continue no programa, mas para se tornar TAMBÉM o novo foco da história, mesmo que andasse meio apagadinho nos últimos tempos. Será que daria certo?

Norman Reedus e Andrew Lincoln no set do último episódio da 8a temporada de The Walking Dead

Em uma conference call realizada no ano passado entre Josh Sapan, CEO da AMC, e investidores, o chefão afirmou que “o uso da palavra ‘franquia’ nós levamos a sério. Não é uma palavra casual. Nós estudamos as melhores. Algumas existem há 30, 40, 50 anos. Nós temos muita vida ainda nessa franquia”. Ele não quis dizer que The Walking Dead duraria por 50 anos, mas que, com Fear The Walking Dead e outras séries, essas histórias poderiam durar por todo esse tempo.

Da última vez que alguém falou que algo não aconteceria, aconteceu. Será que estamos próximos de um final dessa série, surgimento de alguma coisa relacionadas? Vamos ver o que acontece, não dá pra saber ainda.

A 9a temporada deve estrear naquele espaço entre a segunda e a terceira temporada de Outubro, como sempre acontece, com uma nova showrunner, Angela Kang, que já escreveu uns 20 episódios da série. Isso seria por si só uma grande mudança, olhando pra novos lados e respirando novos ares, mas agora a roteirista-que-virou-produtora terá a gigantesca responsabilidade de guiar a série por rumos nunca antes imaginados, além de lidar com o WALKER clamando por audiência bem no seu CANGOTE.