Universal confirma spin-off de Velozes e Furiosos e um novo capítulo da treta que nunca acaba | Judão

Dwayne Jonson e Jason Statham estrelarão o seu próprio filme o que, de acordo com o Tyrese, é a DESTRUIÇÃO da #FastFamily

O maior FEUD da cultura pop desde que a Taylor Swift resolveu ganhar o VMA naquele mesmo ano de Single Ladies, The Rock e Jason Statham contra a FAMÍLIA Velozes e Furiosos não só não parece que não vai acabar nunca, como fica a cada dia mais ridícula, ao mesmo tempo que mostra que esse conceito de que família é automaticamente bom é uma BALELA.

Porque poxa vida... Eu entendo todo o controle que o Vin Diesel gosta de ter com a franquia que ele ajudou a transformar em uma das melhores de super-heróis da atualidade. Mas se eles tivessem assistido a Velozes e Furiosos 8, saberiam que o Hobbes e o Deckard é que fizeram tudo aquilo funcionar. E que o tal do spin-off estrelado pelos dois é sim uma boa ideia.

Inclusive que o fato de esse spin-off ser escrito por Chris Morgan (que escreve todos os filmes desde o terceiro) e estrear em 26 de Julho de 2019, empurrando Velozes e Furiosos 9 pro ano seguinte é uma boa ideia...

Mas não, claaaaro que não.

Com essa foto aí de cima, Tyrese (que, vamos combinar, não é exatamente conhecido por seus papeis fora de Transformers e Velozes e Furiosos) saiu descendo a lenha no The Rock no seu Instagram que, segundo ele, “quebrou a #FastFamily”. O motivo? Chegaram a oferecer pra ele e pro Ludacris (o Tej) um spinoff, mas eles recusaram — o que soa muito, mas muito MESMO como uma fanfic.

“Diversidade, amor, multi etnico, mundial, multi geracional, Nações Unidas... Até Dwayne aparecer. Acho que durante todo esse tempo ele teve algum problema por não ser o ÚNICO no pôster”, disse Tyrese. “Eu tentei avisar vocês, cês acharam que eu tava só puto... Eu tava simplesmente lutando pra manter a família junto, porque o que nos faz ótimos é quando nos vê juntos, nós não voamos sozinhos”.

Algumas horas depois, Vin Diesel publicou, também no Instagram, uma foto ao lado de Paul Walker e o próprio Tyrese com a legenda “Irmandade” — e tudo isso depois daquela história com a Michelle Rodriguez, que foi encerrada de uma maneira bastante estranha.

Algumas das vantagens desse spin-off (que, pelo que diziam, teria também a Charlize Theron) estão no fato de que, bom, é mais uma história se passando naquele universo absolutamente absurdo, com os dois principais personagens da franquia hoje em dia. Pra nós que gostamos dessa merdalinda, é ótimo; pro estúdio que vai poder encher o cu de dinheiro, é ótimo; e pra #FastFamily, que enfim se veria livre dos AGREGADOS insuportáveis, também.

Aliás, pro estúdio, que inventou essa patacoada de Dark Universe, ter um FAST UNIVERSE é a melhor dos mundos. E se você parar pra pensar que em 2019 e 2020 teremos filmes, ao invés de SÓ em 2019 e, possivelmente, só em 2021... :D

Entendo porque um cara como o Tyrese fica puto — mais com o adiamento por conta do spin-off do que qualquer outra coisa. Ele precisa desses filmes pra trabalhar. Mas, poxa cara... Considere a gente também parte dessa família, né? PENSA NINÓIS, cara.