Alien, o Oitavo Passageiro ganha documentário especial no aniversário de 40 anos | JUDAO.com.br

Vale pelo objeto de estudo e, principalmente, por QUEM está fazendo o doc

Há 40 anos estreava nos cinemas um dos filmes mais assustadores e impressionantes que a indústria cinematográfica já teve o prazer de nos oferecer. Dirigido por Ridley Scott, Alien, o Oitavo Passageiro se tornou uma das obras mais referenciadas da ficção científica e do terror, com uma enorme quantidade de filmes, livros e séries se inspirando em sua temática e visual.

Um dos motivos dos cineastas sempre beberem dessa fonte é sua originalidade, seja pela história, design de produção ou construção complexa de um grande antagonista. Se você já viu e nunca teve pesadelos com os corredores da Nostromo, algo está errado com você.

Apesar de existirem muitos materiais sobre o filme, um documentário inédito será lançado em comemoração ao aniversário de lançamento da obra, que chegou aos cinemas em 1979. Intitulado Memory: The Origins of Alien, o primeiro trailer divulgado mostra cenas exclusivas dos bastidores que apresentarão quase como uma história de origem não contada. Se depois de quatro décadas ainda existem histórias desconhecidas, sinal de que os bastidores são ainda mais interessantes do aquilo que já sabemos.

Mas além da promessa de entregar novidades suculentas sobre Alien, o que torna Memory: The Origins of Alien tão interessante é ser dirigido por Alexandre O. Philippe, um dos documentaristas mais instigantes da indústria e conhecido por se aprofundar em obras e figuras cinematográficas, além de eventos culturais significativos.

Com 12 filmes no currículo, Philippe já analisou o processo de desencanto dos fãs de George Lucas pelo diretor em The People vs. George Lucas e se aprofundou em uma das sequências mais icônicas da história da cultura pop em 78/52, a fatídica cena do chuveiro de Psicose, dirigida por Alfred Hitchcock.

Conhecendo a filmografia de Philippe, não é difícil imaginar que ele fará algo muito parecido em Memory: The Origins of Alien, mas ampliando seu olhar para a criação de uma obra inteira. O diretor investigou profundamente os arquivos para mostrar detalhadamente o quão profunda é a história e o caráter moral por trás do filme.

Esse material inclui notas originais, designs e storyboards rejeitados, além do roteiro original de 29 páginas escrito por Dan O’Bannon em 1971, intitulado Memory. O trailer também revela muitas cenas de bastidores, incluindo informações detalhadas sobre o famoso susto que os atores tomaram na sequência do “parto” do alien.

Ajude o JUDAO.com.br continuar desafiando a cultura pop. Assine!
A partir de R$5 por mês.

Mais interessante que detalhes sobre as filmagens em si, que incluem comentários de integrantes do elenco como Tom Skerritt e Veronica Cartwright, o filme também abordará profundamente o trabalho de HR Giger, o principal designer por trás da aparência assustadoramente inesquecível do Xenomorfo, além de apresentar fundamentos da franquia e temáticas que falam sobre fobias e questões existenciais que compartilhamos como sociedade.

Pelo tom e pela estética do trailer, tudo leva a crer que o documentário seguirá a mesma linha assustadora do próprio filme e isso já torna Memory: The Origins of Alien ainda mais empolgante.

Estreando em Sundance, o documentário passou por diversos festivais pelo mundo em 2019 (o Guardian viu e, além de dar quatro estrelas de cinco, chamou a obra de “um filme ricamente obsessivo sobre a produção de um clássico sci-fi“) e estreia nos cinemas dos EUA e on demand em outubro. Fica a torcida para o documentário pousar em terras brasileiras (ou argentinas) o quanto antes.