O que Transformers, Peppa Pig e Death Row Records tem em comum? | JUDAO.com.br

Os planos ambiciosos da Hasbro ganharam um novo capítulo NO MÍNIMO interessante

Você já deve ter percebido que grandes corporações estão se fundindo ou comprando umas às outras, né? Tivemos a WarnerMedia e a AT&T juntando as escovas de dentes, o Mickey abocanhando a Raposa e a Viacom e a CBS Corporation se tornando uma só novamente. E continuamos: a Hasbro é a mais nova empresa da indústria do entretenimento que decidiu entrar no jogo das aquisições com a compra da Entertainment One.

Talvez você não relacione o nome ao portfólio de sucesso, mas o estúdio canadense adquirido por US$ 4 Bilhões (em dinheiro, não ações) é responsável pelas séries Peppa Pig e PJ Masks, dois dos maiores sucessos infantis dos últimos anos, arrecadando US$ 1,35 bilhão e US$ 1,15 bilhão em vendas mundiais de varejo, respectivamente. Atualmente, as duas propriedades já têm licenciamento e parceiros de mercadorias, mas a Hasbro deve estar pronta para explorar as marcas no mercado a partir de 2021.

Enquanto PJ Masks pode ser um programa mais conhecido entre pais – e tias, como meu caso -, Peppa Pig é um fenômeno mundial que ultrapassou a barreira da idade e se tornou o principal e mais rentável programa da eOne. Ao mesmo tempo em que seus filhos assistem à esse programa sobre uma porquinha rosa e sua família, um enorme país do outro lado do globo também assiste. Endossado pelo Exército Popular de Libertação na China, Peppa Pig virou uma febre nacional com clipes do programa se tornando virais tanto na cultura pop, quanto no underground chinês. O sucesso do programa é tão grande que um parque temático da Peppa Pig será inaugurado em Xangai em 2019, o ANO DO PORCO.

Agora, imagina o que a Hasbro pode explorar com uma marca consolidada em um país com mais de 1,4 BILHÃO de habitantes?

Ajude o JUDAO.com.br continuar desafiando a cultura pop. Assine!
A partir de R$5 por mês.

Segundo Brian Goldner, o CEO da eOne, existe uma “grande tração” para a Peppa Pig desde o lançamento do programa na CCTV, a emissora pública nacional da China. Antes da aquisição, a Hasbro já estava trabalhando com a CCTV para co-produzir conteúdo para a marca Transformers, mas ao comprar uma empresa que já tem relações consolidadas com um mercado tão importante como a China, a Hasbro fortalecerá suas relações com o país. Com um conjunto invejável de marcas em mãos, incluindo a recentemente adquirida franquia Power Rangers, a Hasbro está se concentrando em brinquedos baseados em séries e filmes e vice e versa. Adquirindo a eOne, a empresa também obtém a experiência em produção e distribuição de filmes e televisão que a produtora já tem. Então, ao invés de começar do zero, a Hasbro comprou um modelo de sucesso prontinho.

Mas a expansão da Hasbro não está “apenas” – um milhão de aspas aqui – baseada na China. É bom a gente se lembrar que a Hasbro está no meio de um contrato de cinco anos com a Paramount Pictures para produzir filmes baseados em suas principais propriedades, como GI Joe, Dungeons & Dragons e o já consolidado Transformers, além de todos os projetos produzidos pela AllSpark Pictures e a AllSpark Animation, duas unidades da Hasbro focadas em produção de conteúdo audiovisual.

Somando isso à descoberta (?) recente de que a Peppa Pig, uma porca criança, tem 2m16 de altura — o mesmo tamanho do astro da NBA Shaquille o’Neal — já tem gente torcendo pra um crossover entre Peppa Pig e os carros-robôs-que-se-transformam. SIM, É SÓ BRINCADEIRA! Mas se os heróis da Marvel apareceram no quintal do Phineas & Ferb, que por sua vez já foram pro Espaço participar de GUERRAS NAS ESTRELAS... ;D

Enquanto o mercado e a mídia sempre esperavam que a Apple, o Google e o Facebook comprassem empresas de entretenimento, a Hasbro está expandindo seus negócios e vendo que o cinema e a televisão estão constantemente interessados em franquias e marcas. Com as últimas aquisições, a companhia se coloca entre as principais empresas de entretenimento de porte pequeno e médio, como a MGM, a AMC Networks e a Lionsgate. Para a Hasbro será um grande negócio poder oferecer conteúdo infantil para Netflix, Amazon e Apple, já que a Disney acumulará conteúdo focado nesse público no Disney+.

Agora... Sabe o que pode ser ainda mais inteessante que um crossover entre Peppa Pig e Transformers?

A Entertainment One também tinha em mãos a icônica gravadora Death Row Records. Fundada em 1991 por Suge Knight, The DOC e Dr. Dre, o catálogo de uma das empresas mais importantes da história da cultura pop está nas mãos da HASBRO. O que uma empresa de brinquedos fará com uma gravadora de rap? Não faço a menor ideia, mas o mínimo que eu espero é um rap sobre ela não saber assobiar.