O retorno meio perdido de Agents of S.H.I.E.L.D. | JUDAO.com.br

Primeiro episódio da nova temporada serve mais pra DIZER que muita coisa aconteceu entre a primeira e a segunda do que exatamente MOSTRAR

Hm, então. Durou quanto tempo a dominação da HYDRA / queda da S.H.I.E.L.D.? Um filme e alguns episódios?

Porque esse primeiro episódio da segunda temporada de Agents of S.H.I.E.L.D., Shadows, não só mostrou que a HYDRA voltou pro SUBMUNDO como a S.H.I.E.L.D. tá prontinha pra voltar à ativa.

O tal do Doutor Whitehall, também conhecido como Kraken nos quadrinhos, é um exemplo dessa recuada da HYDRA. Um personagem recente que sempre trabalhou mais nos bastidores, tendo como missão “fazer das pessoas o que elas realmente são”, treinando e desenvolvendo coisas e pessoas pra HYDRA por décadas. Atualmente, nos quadrinhos, existe um segundo Kraken, também chamado Daniel Whitehall, que assumiu a identidade do primeiro, só de ler diários — é, isso explica o “não-envelhecimento” e absoluta falta de sotaque do que se viu no fim do episódio. E, como você deve ter imaginado, se encaixa perfeitamente com a ideia de “sombras” do episódio, além do surgimento do glorioso Homem-Absorvente.

absorbing-man

Uma das transformações do Homem-Absorvente

O que sempre foi só um vilão da oitava divisão, na série ganha uma importância gigantesca. Porra, um cara que se transforma em tudo o que toca? Enquanto faz cosplay de Emma Frost e Groot, o cara consegue foder grandão com a equipe que o agora Diretor Coulson formou — ESPECIALMENTE a galera de Isabelle Hartley (Lucy Lawless, a eterna Xena), que, bem... Pereceu. Ou, pelo menos, é o que querem que acreditemos por enquanto. ;)

No novo QG da S.H.I.E.L.D., Coulson começa a localizar aliados e a formar uma nova organização, ao mesmo tempo em que fica de olho em tudo que é HYDRA. Tenta fazer o General Talbot calar a boca, usa a Skye pra fazer o Agente Ward falar e tenta confiar no Fitz, que tá quase que literalmente desmiolado, além de LOUCO DE AMOR, o que pode ser sinônimo, cipá.

LUCY LAWLESS, NICK BLOOD, WILMER CALDERON

Os novos integrantes da trupe – incluindo Lucy “Xena” Lawless

Sem a inteligência necessária, Coulson sabe que pode contar com os chutes na bunda da Agente May e, assim, consegue um Quinjet — que além de acabar com suas dores nas costas, vai facilitar as ações e reinstalação da S.H.I.E.L.D.

O fato é que Shadows não é o episódio de início de temporada ao qual estamos acostumados. Meio que segue o ritmo em que a série parou no início do ano e, ao mostrar que tudo aquilo que aconteceu no fim da primeira temporada se resolveu entre uma e outra, comete um grande erro. Um erro que COM CERTEZA tem a ver com o encaixe de peças que será necessário para quando Os Vingadores: A Era de Ultron estrear, no ano que vem.

Nessa coisa de universo coeso, uma história não precisa — e nem pode! — ditar a outra. Se misturar sim, mas uma precisa conviver bem com a outra sem traumas. É um grande trabalho de muita gente com talento pra escrever histórias que se faz necessário pra tudo acontecer tranquilamente.

Claro, pode ser que daqui dois ou três episódios tudo esteja já nos seus eixos novamente mas, pra um começo de conversa, Agents of S.H.I.E.L.D. tropeçou nas próprias pernas.