Michael B. Jordan produzirá a adaptação de um livro de aventura africana | JUDAO.com.br

Obra já foi até chamada de “Game of Thrones africano” – chegando às livrarias aclamada por pessoas importantes e já com seus direitos vendidos. :)

Uma trama que mostra um aventureiro indo atrás de um grande objetivo final. Ao longo da história, ele encontra companheiros, cada um com uma aptidão diferente. Ele aprende sobre companheirismo. Encontra grandes obstáculos no caminho! Momentos de vida em risco, intrigas entre os colegas, violência, reflexões sobre si mesmo e talvez um ou outro lance sobrenatural… tudo isso em um cenário cheio de mistérios. E, claro, um conflito político que se reflete em diferentes de líderes de grandes reinos, tribos ou famílias.

Nós já estamos carecas de ver coisas com uma estrutura parecida: Game of Thrones, Senhor dos Anéis, Harry Potter, Star Wars, jogos como Dragon Age e outras campanhas de RPG e mais uma porradona de histórias. Mas, dessa vez, tô falando de Black Leopard, Red Wolf. Nunca ouviu falar? Pois deveria. ;)

Esse é o quarto livro do escritor jamaicano Marlon James, o primeiro de uma trilogia chamada de Dark Star Trilogy. O romance foi lançado oficialmente no dia 5 de fevereiro e sabe quem já saiu correndo em busca dos direitos de adaptação? Michael B. Jordan e a Dona Warner Bros.

Ajude o JUDAO.com.br continuar desafiando a cultura pop. Assine!
A partir de R$5 por mês.

A história se passa numa África alternativa, onde um comerciante de escravos contrata uma turma de mercenários pra encontrar um garoto que foi sequestrado. Tracker, o personagem principal, quebra sua regra de apenas fazer trabalhos sozinho e une-se com magos, gigantes, metamorfos e outros seres para irem atrás do menino.

Entre essas pessoas, duas são ex-amantes de Tracker e uma outra parece ter interesse nele. Juntos, eles passam por locais mágicos e encaram perigos reais, cortesia de inimigos que não querem que eles cheguem perto do tal garoto que, no fim, ninguém ali sabe direito quem é.

De acordo com o The Hollywood Reporter, Michael faz esse movimento junto com sua produtora, a Outlier Society, e será produtor junto com o próprio Marlon. Não há nenhum roteirista escalado ainda. Mas pense que Neil Gaiman descreveu a narrativa como “algo novo que parece antigo, do melhor jeito possível”. Também descreve como “uma África perigosa, alucinante e anciã, que se torna um mundo de fantasia tão bem executado como algo do Tolkien”.

Como falamos no começo, já vimos muitas dessas grandiosas aventuras, mas em grande parte num contexto mais europeu. E uma nova cara para algo que conhecemos é algo que sabemos que pode ser divertido. Podres de Ricos, por exemplo, deu um novo panorama cultural à velha comédia romântica. É de se esperar que uma versão de Black Leopard, Red Wolf com a produção de Michel B. Jordan tenha o mesmo clima, né? ;)